domingo, 21 de junho de 2009

[Alto-Giro] QRX - parte 4

QRX 2009 - Testes


Completando a sequência dos posts sobre o QRX, agora publico fotos e vídeos dos testes realizados. Novamente agradeço o Gaúcho pela oportunidade de pilotagem, assim como à Kia Motors do Brasil. Agradeço também ao Salmão e o Rodrigo por terem me cedido o convite que o Gaúcho deu.
Depois de postar aqui sobre o evento e os carros em exposição, hoje descreverei somente sobre os dois testes que pude realizar no evento. Fomos ao QRX sem saber se haveria alguma oportunidade de pilotagem, pois estávamos indo como convidados da Kia. Nossas esperanças era que o Gaúcho conseguisse, através de contatos da Kia no local, agendar alguns test-drives para nós.

Infelizmente os horários para a pista do autódromo estavam todas cheias, e o máximo que conseguimos foi um convite de piloto e um de passageiro em um Kia Sportage na pista off-road.

Para isso, foi necessário algum esforço até conseguirmos localizar o Abel, organizador da Kia no local, e explicar-lhe por que estávamos tentando fazer com que ele nos desse um convite para uma pilotagem de graça...
Ao chegar no stand da Kia, o Gaúcho confundiu seu nome, e procurou "a Bel" no stand da Kia. Não foi preciso dizer que ele falhou miseravelmente nessa primeira tentativa, de modo que passávamos a ser vistos com desconfiança de sermos um bando de Zé manés comendo os amendoins do balcão e tentando filar alguma coisa de graça... pensando bem, nunca deixamos de ser isso, a única diferença é que o Gaúcho é filho de um integrante da diretoria da Kia no Brasil.

Desfeito o mal-entendido, o Abel passou a nos tratar diferentemente, e logo foi atrás de algum convite para o Gaúcho. É engraçado como as pessoas inevitavelmente tratam-nos com distinção quando se sabe que se é, ou está acompanhado de alguém importante. Infelizmente esse tipo de atitude está disseminada em qualquer lugar que se vai, e mais triste ainda, muitas pessoas que estão nas posições superiores aproveitam-se dessa situação para impor respeito e intimidação que de outra maneira não conseguiriam...
Conheço muito bem o Gaúcho e sei que ele nunca teria uma atitude dessas. Não deixamos de ser Zá manés depois que souberam quem era ele, e continuamos detonando os amendoins =)


De qualquer maneira, com ou sem respeito falso e atitudes cínicas, conseguimos nosso test-drive. Que afinal, era somente o que queríamos! O Abel foi ver a disponibilidade da Kia na pista off-road e nos deixou esperando no stand. Depois de aguardar por muito tempo, já estávamos pensando que ele tinha dado um balão na gente. Mas ele voltou, mais tarde, e pude dirigir um Sportage V6 2.7 na trilha.

Dirigir o Sportage na trilha foi surpreendentemente interessante. Aceitei o convite depois de muita insistência do Gaúcho, que disse que já havia feito o teste no ano passado, em um Nissan Pathfinder. Mas admito que entrei no carro um pouco cético sobre como seria esse teste, bem diferente de como seria se eu estivesse entrando em um carro pra pilotar na pista.

Fiquei abismado de como um SUV desses é capaz numa trilha bem castigada. A trilha era quase 80% lama, com trechos de grande escalada e descidas (fotos acima), assim como pista inclinada e poças gigantes de água barrenta. Encarar uma trilha assim em um carro normal é algo impensável. Como eu nunca havia feito algo semelhante antes, foi uma experiência inesquecível. Normalmente só vimos esses carros no asfalto, mas passei a ter muito mais respeito da capacidade deles.

video

video

Havia trechos que eu achava que o carro não passaria de jeito algum! Por exemplo, uma subida íngrime com lama até metade da roda. É impressionante o nível de tecnologia alcançada hoje em dia nesses carros. Eu simplesmente acelerava o carro até o fim, e a tração integral, junto com a eletrônica do controle de tração, se ocupavam em achar a melhor tração possível para o veículo. Dava pra sentir o carro "pensando", sempre tentando buscar a melhor aderência... com cada roda girando diferentemente. Mesmo com o acelerador no fim, a rotação não passava dos 2 mil giros.
É possível ver no vídeo acima também, o teste de pista inclinada. Reparem como o volante está virado para a direita, para manter o carro indo em linha reta.

video


Antes de fazer o teste do Sportage, fomos para um teste de frenagem com ABS, promovido pela VW.
O teste consistia em aceleração total nas duas primeiras marchas, em um Gol, e frenagem sobre uma lona molhada de aderência bem baixa. Eram feitos dois testes: a frenagem sobre a lona com desvio de obstáculo, e frenagem em pistas de aderência diferente, com duas rodas sobre a lona e duas sobre o piso seco.

Com este teste, foi possível observar claramente a importância do ABS. Muita gente nem pensa em comprar o ABS no carro por ser caro e por achar que nunca vai usar. São nas situações-limite que o ABS é tão precioso. Talvez o motorista vá usar o ABS somente uma vez na vida. Isso já seria o suficiente para salvar vidas e fazer valer a pena.


video
Este primeiro vídeo mostra o ABS salvando as "vidas" de dois obstáculos de espuma. A frenagem é total, com o pé no fundo do freio mesmo. Feita sobre uma superfície de muita baixa aderência, ainda é possível manter o controle da direção e desviar, como se vê no vídeo.


video
Este vídeo mostra a frenagem em pistas com aderência bem diferente. Com duas rodas no asfalto e duas na lona, esta seria uma situação quase impossível de se controlar sem o ABS.

Depois, o instrutor nos guardou uma "surpresa". Ao fazer outro teste de desvio de obstáculo, quando fui frear o carro não desviou e pegou em cheio os colchões. Ele havia desligado o ABS com um comando adaptado, e o carro foi longe! Ao fazer o mesmo truque na pista de aderência diferente, foi só encostar no freio que o carro rodava.
Parabéns à VW pela ótima iniciativa. Além de instrutivo, foi muito divertido fazer estes testes.

No final, fiquei muito feliz com o evento. Pude me encontrar com algumas raridades que jamais tinha visto na vida, e que são um privilégio de ser ver em qualquer lugar do mundo. Pude ver as gostosas da Playboy. Fiz os testes aqui publicados, e ambos foram muito melhores do que eu esperava.
O evento só pecou mesmo pela falta de qualidade dos carros a serem pilotados na pista. E que na verdade, é o principal atrativo do QRX. Apesar de tantas atrações paralelas, não acredito que seja o suficiente para cobrir esta deficiência. Espero que a Quatro Rodas Experience possa aumentar o nível dos carros pilotados, mesmo que para isso seja necessário aumentar o preço de admissão. E fazer um evento menos comercial e mais voltado aos entusiastas.

De qualquer maneira, parabéns ao QRX por todo seu lado positivo!

- Xineis

Update: vejam aqui a continuação desta série:
QRX parte 2: O evento
QRX parte 3: Os carros

5 comentários:

  1. queremos carros que nunca vamos dirigir na vida! hehehe

    da hr xineis...deu pra brincar nesse QRX hein....de graça até injeção na testa

    haha

    ResponderExcluir
  2. Da hora, hein, Xina! Eu nunca me interessei por Off-road, mas depois desse post e de ter conversado com você, achei bem legal.

    O teste do ABS é que parece ter sido mais legal ainda. Pena que você não filmou o carro enchendo a barreira, hahaha!!

    PS: Rócio, como andam as estatísticas do site?

    ResponderExcluir
  3. ALMOST BALOON!
    parabéns pelo blog, as resenhas ficaram bem interessantes!

    ResponderExcluir
  4. o teste do abs foi bem loco =)

    rossi, vc divulgou o nosso blog?!
    wilsão, posta algo tbm! ehheheeh =)

    dá pra ver nas fotos do gol branco ele começando a rodar, na pista meia-seca meia-molhada

    ResponderExcluir
  5. só gostaria de adicionar aqui que às vezes o investimento (alto) de uma jogada de marketing de uma empresa (aqui a VW) pode ter o efeito contrário se não é bem executado... ou seja, pode prejudicar a imagem da marca.

    Neste caso, o erro da VW foi simples: seleção das pessoas do evento.

    O instrutor do gol vermelho (que foi o gaúcho e o rodrigo) era um cara folgado, que enchia o saco e ficava tirando com a cara de quem ele se achava do direito de fazer...
    ou seja, ele falava, dum jeito bem folgado (e com aquela vozinha de mano de periferia...) :
    "aee, o cara não sabe nem acelerar direito mano"

    "japones, tira o pé da embreagem ae mano" (isso ele gritou do OUTRO carro pra mim, só pra encher o saco mesmo...)

    é...
    apesar de o teste de ABS ser MUITO loco, nossa imagem desse teste foi muito prejudicada com a presença dessa pessoa... a VW poderia estar com uma imagem muito melhor na nossa cabeça (e com ctz na de outras pessoas tbm), não fosse o imbecil enchendo o saco de todo mundo...

    ResponderExcluir